In  Feliz 2010?

 

Sempre começo o ano com novas publicações, sempre no estilo pessimista

mas nunca no conformismo perene nestes dias. Desfrute da boa leitura neste

que já é teu pequeno mundo.

 

 

 

Ansiedade

 

 

Meu sentimento

 

O corpo reluta, a rejeita, mesmo assim se subjuga

A mente a comanda, sem direção propósitos.

O “ego” iludido, a incerteza perene,

Aflito, o espírito se recolhe.

 

As forças concentram-se...

Tente derrubar este pescoço de pedras.

Tente mirar alem dos muros.

Tente corroer o peso das costas!

 

Não há em si nenhuma maldade,

Não existe em ti alguma certeza.

É vão fugir, apenas contemplo

E desesperadamente se revela

A ansiedade.

 

 

Jonathas Fragoso Carvalho

 

24\06\07

 

 

 

 

prédio assasinado

 

 

 

È difícil pensado.

 

 

Em um homem de cantos,

Canteiro.

Na solidão do dia cheio,

Constrói, tudo em massa cinza

Cor dos edificios

Sonhados em sono de pedra.

 

Firma a rocha! È fundamental

Que não exista fundamentos

Por que no fundo, lá no fundo

Se arremata a sólida inexistência.

 

Projetos de um novo marco,

Arquiteta uma vida futura

Edifica as paredes, muros altos...

Fixam os contornos,

Se determina o limite.

 

Aprecia agora o acabamento.

Finaliza o não planejado.

Assina-la o destino inexequivel,

È inevitável!

Implode mais uma vez este sonho...

 

 

Jonathas Fragoso Carvalho

 

08\11\09

[ ver mensagens anteriores ]